Relatório sucinto sobre a apresentação do renascimento da proto-indo-europeia da língua em Toulouse, na “Forom des Langues et Cultures du Monde”

Automatic translation from the English version, as of June 2th, 2008.

Assim como o Prof Feraud, a partir do stand russo no Forum des Langues de Toulouse, descreve o caso de ontem, com a reação pública para a apresentação do projecto do renascimento da proto-indo-europeia da língua:

Houve um bom atendimento para a Língua Fórum, talvez na casa das centenas. Algumas centenas de panfletos foram distribuídos entre os visitantes – veja um exemplo de 4 folhetos em formato A4.

Temos em contato com muitas associações e grupos linguísticos Reacções com a variável:

* As reclamações sobre o complexitiy do proto-indo-europeu declensions por alguns falantes de línguas não-flexionada.
* Polite e recepção positiva pela maioria dos outros representantes do povoamento das línguas europeias.
* Muito boa compreensão das bases do projeto especialmente pelo hebraico moderno Indiano e os queridos, devido a razões evidentes.
* As futuras colaborações com outro Language Association e uma instituição europeia de Toulouse são previsíveis, graças aos contatos feitos.
* E, também alguns críticos a partir do esperanto stand: “a linguagem para a União Europeia já existe, é esperanto …” 😕

Sua Equipe da Língua indo-europeia.

Revitalização do Proto-Indo-Europeu na feira de línguas en França: Forum des Langues et Cultures du Monde, 1 de julho, Toulouse

Automatic translation from the English version, as of May 26th, 2008.

O Forum des Langues du Monde, organizada pelo Carrefour culturel-Bernard Arnaud desde 1993, é a língua mais importante feira de Toulouse, e uma das mais conhecidas no sul da França.

Ela mostra a diversidade das línguas faladas na região de Midi-Pyrénées – com um território maior que 8 dos estados membros da UE -, a partir Occitan indonésio, como eles são encontrados em Toulouse área metropolitana, que (com 1.117.000 habitantes em 2007) É o quinto maior em França e de mais rápido crescimento na Europa.

Seu principal objetivo é, portanto, para entreter as pessoas e fazê-los pensar sobre a relação entre linguagem e sociedade: assim, manifestações populares e de entretenimento alto nível debates serão oferecidos ao mesmo tempo na praça pública, e aberto a todos os visitantes.

No domingo, dia 1 de junho, na Place du Capitole, stands apresentarão mais de 120 idiomas, representada por mais de 80 associações e indivíduos interessados em compartilhar seus conhecimentos. A professora responsável pelo stand idioma russo, e recente membro do Indo-European Language Association, também irá compartilhar informações sobre o proto-indo-europeu linguagem revival projecto para a União Europeia.

Acreditamos que é uma grande oportunidade para aqueles interessados em aderir ao proto-indo-europeu revival entrar em contato com a vizinha colegas, e para colaborar e criar uma ligação permanente e autônomo grupo PIE renascimento na França, e talvez também em outros países, dadas as internacionais Projecção de Toulouse.

Você pode baixar o programa oficial (PDF) no site do Carrefour culturel Arnaud-Bernard.

Você pode também ler o idioma francês na Feira Programa:

Samedi 31 mai de 17h à 25h : Capitada !

La Capitada (”la réussite”, en occitan) est une sorte d’hommage à la Place Jamaa el Fna de Marrakech : elle rassemble des artistes en tous genres, anonymes, qui viennent librement animer la place publique par leurs talents.
La place du Capitole accueillera des conteurs, chanteurs, musiciens, poètes, conférenciers, magiciens, slammeurs, rappeurs, danseurs, cirqueurs, blagueurs, théâtreurs, marionnetistes,…, tous réunis pour exprimer à travers la pluralité culturelle la convivialité toulousaine.

Dimanche 1er juin de 10h à 20h : Forom des Langues du Monde

Sur la place du Capitole, des stands présenteront plus de 120 langues parlées à Toulouse, représentées par plus de 80 associations.
Beaucoup d’animations sont au programme : ateliers de calligraphie (arabe, tibétaine, chinoise, persane, coréenne, japonaise,…), initiation à l’alphabet cyrillique, déchiffrage des caractères cunéiformes, ateliers d’écriture sur table d’argile, chants populaires et polyphoniques, danses (capoeïra du Brésil, moringue de la Réunion, folklore andorran, danses mahoraises,…), expositions visuelles bulgares, art du Bonsaï du Japon,… et beaucoup d’autres surprises tout au long de la journée.

Au-delà des langues, la pensée du monde

Cette année, le Forom des Langues du Monde fera l’objet d’un débat sur la proposition de Déclaration Universelle des Devoirs envers les Langues et le Langage. Des juristes viendront donner leur point de vue sur l’intérêt juridique de ce texte, formulé par Henri Meschonnic.

Sua Equipe da Língua indo-europeia